Finding Dory



Um dos filmes de animação mais aguardados deste ano, "Finding Dory" assinala o regresso ao oceano Pixar/Disney. Desta vez seguimos Dory que procura a sua família ao mesmo tempo que redescobre o seu passado. Adorei e recomendo a todos os fãs de "Finding Nemo".

Swiss Army Man


A grande surpresa deste ano vai para este grande filme de Dan Kwan e Daniel Scheinert. 
Com Paul Dano e Daniel Radcliffe num filme pouco improvável, super criativo e acima de tudo com um tom emotivo forte. Sobre a alegria de viver. Adorei e recomendo. 
A banda sonora de Andy Hull e Robert McDowell é algo de se louvar. Original.

Answer the call

Foi no Verão passado que estreou o remake de "Ghostbusters". No início (tal como a maioria dos fãs) gostei a ideia principalmente depois de anunciarem o elenco. Acredito que o filme em si poderia ter sido melhor pelo ponto de vista de diálogos e narrativa. Em termos de consistência das personagens gostei da prestação de Melissa McCarthy, Kristen Wiig, Kate McKinnon e Leslie Jones. Realizado por Paul Feig. Vejam e julguem por vocês próprios.

Spotlight


 Um dos maiores marcos na história do jornalismo. Este filme de Tom McCarthy mostra a equipa do jornal The Globe em Boston que investigou sobre os abusos da Igreja Católica. Um dos maiores escândalos do século que abalou a imprensa mundial. O filme descreve brilhantemente um problema complexo que afetou milhares de pessoas e os jornalistas que deram voz às vítimas. Ganhou o Óscar de melhor filme no ano passado. É ver para crer. Recomendo.

A Very Murray Christmas

Graças ao Netflix no ano passado, foi-nos prendado um conteúdo especial nesta quadra natalícia. Protagonizado por Bill Murray e convidados surpresa, "A Very Murray Christmas" foi realizado por Sofia Coppola e é uma colagem de cânticos típicos desta época entre outras cenas surreais. Natalício, aleatório e feliz. Gostei por ser fã dos actores e das surpresas deste christmas special. Enjoy it.

Fantastic Beasts and Where to Find Them

Do universo mágico de J.K. Rowling e de todo um mundo paralelo fictício, este novo filme que assinala uma prequela à história de Harry Potter, conta as aventuras do escritor Newt Scamander por Nova Iorque na tentativa de recuperar as suas criaturas. Na minha opinião achei o filme maravilhoso e abre inúmeras portas e possibilidades sobre o complexo universo da feitiçaria. Mostra que existe algo mais para além de Hogwarts mas mesmo assim não deixa de fazer referência às personagens que tanto amamos. Recomendo a toda uma geração que sempre seguiu as histórias fantásticas de J.K. Rowling. Mal posso esperar pelos próximos capítulos. 

Metal and Melancholy


Peru nos anos 90. Crise instalada. Estamos em Lima, uma cidade que ainda recupera de um conflito político. Este documentário de Heddy Honigmann faz um retrato social das pessoas que sobrevivem diariamente conduzindo táxis. Uma das maneiras de ganhar mais algum ordenado e de assim continuar a lutar por um futuro melhor. Gostei pela simplicidade da premissa e claro, pela humanidade presente em todo o relato cinematográfico.

Zabriskie Point


Um dos filmes mais icónicos dos anos 70. Realizado por Michelangelo Antonioni. Um retrato sobre uma América perdida no fim dos anos sessenta, representada por dois personagens adolescentes que se cruzam num deserto. Daqueles filmes que não se esquece pela banda sonora, cinematografia e pela presença de Daria Halprin e Mark Frechette. Recomendo.

Dragon Girls

Descobri este documentário de Inigo Westmeier após o lançamento desta musica o ano passado. Numa das maiores escolas de Kung Fu na China eis o dia-a-dia de crianças e adolescentes que treinam todos os dias e estão expostos a medidas rigorosas na sua educação. O poder da disciplina versus a cultura chinesa enraizada nos costumes tradicionais antigos. Através de 3 testemunhas seguimos o seu percurso escolar tal como os seus sonhos e aspirações. Muito bom. Recomendo.

Lemonade

Este é o segundo álbum visual de Beyoncé que estreou no final de Abril deste ano. Vi este HBO special após a sugestão de um amigo. Beyoncé é das poucas celebridades que continua a manter a sua marca ímpar. Este vídeo que demonstra visualmente o álbum "Lemonade". Recomendo para quem é fã da artista ou simplesmente pretende descobrir este álbum.

Human


Do realizador Yann Arthus-Bertrand, este documentário toca vários temas e várias pessoas deste vasto mundo. Único, puro e inspirador. Ser humano é transcendente às palavras e a conceitos. Aconselho vivamente.

The Fluffy Movie: Unity Through Laughter

Para Gabriel Iglesias a vida não fora sempre fácil. O seu trabalho no mundo do stand up comedy garantiu-lhe destaque no canal comedy central e reconhecimento internacional. Este filme é apenas o mais recente das suas performances stand up ao vivo. Para quem gosta de stand up comedy recomendo.

The Hateful Eight

Apesar de alguma negatividade sobre este oitavo filme de Quentin Tarantino. Eu gostei. Pensava que o filme teria mais acção mas toda a trama é verbal, sanguinária e sádica. Gostei do plot e da homenagem à banda sonora de Ennio Morricone. Com Samuel L. Jackson, Kurt Russell, Jennifer Jason Leigh, Walton Goggins, Demián Bichir, Michael Madsen, Tim Roth, Bruce Dern entre outras surpresas. Para os fãs de Tarantino e de grandes actores.

O Pátio das Cantigas


Um remake assinado pelo realizador Leonel Vieira. Desapontou por várias razões, desde a adaptação ao entretenimento pouco consistente, infelizmente este pátio das cantigas não ficará para a história. Para quem conhece os actores, o filme original de 1942 ou apenas curioso poderá ter interesse em ver esta nova versão de 2015. Poderia ter sido um filme bem diferente e ter conquistado mais público...

The Lone Ranger


Um filme realizado por Gore Verbinski que mostra mais uma vez a sua marca nos filmes de acção. Com Johnny Depp, Armie Hammer, Helena Bonham Carter e William Fichtner. Uma história sobre uma peronagem icónica do mundo do western americano. Entretenimento Disney de domingo à tarde.

Chaotic Ana

Um filme de Julio Medem. Ana é um adolescente que vive com o seu pai em Ibiza num ambiente remoto mas após conhecer Justine, Ana é recrutada para uma escola de artes em Madrid. Com uma perspectiva diferente, Ana irá explorar o mundo das artes, apaixonar-se e descobrir vidas passadas que canalizam uma energia mística através da sua personalidade. Filme de autor.

Casablanca


A história de amor épica que encantou o mundo. Realizado por Michael Curtiz, escrito por Julius J. Epstein, Philip G. Epstein e Howard Koch. O sucesso que tornara este filme uma lenda deriva de vários detalhes técnicos e outros elementos que tornaram "Casablanca" um marco na história do cinema. Com Humphrey Bogart, Ingrid Bergman, Paul Henreid entre outros grandes nomes da era de ouro de Hollywood. Recomendo aos cineastas e entusiastas dos grandes filmes a preto e branco.

Narcos


Uma série original do Netflix criada por Carlo Bernard, Chris Brancato, Doug Miro e Paul Eckstein. Original pela história baseada em factos reais, pelo storytelling e pelas prestações de Wagner Moura, Pedro Pascal, Boyd Holbrook, Maurice Compte entre outros. Os eventos que estão interligados sobre um só nome, Pablo Escobar; a Colômbia, os Estados Unidos e todas as peças de um esquema único na história do tráfico de drogas.

Cabaret


Bob Fosse é um dos grandes nomes da era de ouro dos musicais de Hollywood. "Cabaret" é baseado no livro de Joe Masteroff que conta a história de um clube de entretenimento ímpar numa Alemanha em conflito de ideologias, prestes a entrar num dos períodos mais negros da história mundial. Uma bailarina, dois homens e companhia juntam-se para uma história invulgar num dos clubes noturnos mais agitados de Berlim. Vencedor de oito Óscares. Recomendo aos fãs de Liza Minnelli e Michael York. Icónico anos 70.

Calendar Girls

Baseado em factos reais, "Calendar Girls" conta a história de como um grupo de mulheres pouco convencional decide elaborar um calendário de nudez artístico. Divertido pela prestação de grandes actrizes como Helen Mirren, Linda Bassett, Julie Walters, Celia Imrie, Penelope Wilton e Annette Crosbie. Um filme de Nigel Cole. Premissa cómica, história tão real como quem teve a ideia. Divertido.

Animal Kingdom

Realizado e escrito por David Michôd, este filme ficou conhecido em 2010 por ser fora do vulgar. Existe algo na sua linguagem cinematográfica que o torna brilhante. Um rapaz de 17 anos após ter perdido a mãe fica dividido entre colaborar com um inspetor ou ajudar a família criminosa. Um filme policial, crítico e recomendável. Ver para crer.

Manners maketh the man.

Baseado na banda desenhada de Mark Millar e Dave Gibbons, "Kingsman: The Secret Service" é um filme de acção de Matthew Vaughn com Colin Firth, Jack Davenport, Samuel L. Jackson e Michael Caine. Uma organização de agentes secretos vê-se forçada a contratar um novo elemento. Achei que o elemento da violência deste filme explora todo o potencial gráfico dos comic books. Gostei. Bom entretenimento. Vale a pena.

E.T. the Extra-Terrestrial

Este filme de Sci-Fi ficou icónico dando Steven Spielberg o destaque merecido no ano de 1982. Vencedor de quatro Óscares e uma presença incomparável no sucesso de bilheteira, "E.T." fez-nos simpatizar com um extraterrestre que sonha poder voltar para o seu planeta. Um filme para ver em família que faz parte do mundo do cinema. Memorável. Com Henry Thomas, Drew Barrymore, Dee Wallace e Peter Coyote. Storytelling Masterpiece.

Buffy the Vampire Slayer

Uma das séries que mais me marcou enquanto adolescente foi esta criação de Joss Whedon. Protagonizado por Sarah Michelle Gellar entre um elenco que marcou uma geração, Buffy tem de lidar não só com os vampiros, demónios e outras criaturas das trevas, a sua vida pessoal, amigos e faculdade ocupam o dia-a-dia enquanto com o seu Scooby Gang ultrapassa vários apocalipse. Uma das maiores séries de culto de sempre. Complexo, negro e fanático. Recomendo por ser nostálgico e por ter marcado várias gerações.

Master of None

Uma série original do netflix criada por Aziz Ansari e Alan Yang. Para quem conhece o stand up de Ansari e leu o seu livro "Modern Romance", "Master of None" é o complemento ideal à sua perspectiva cómica sobre o nosso comportamento como adultos. Esta série mostra a vida adulta de hoje em dia de maneira cómica e simples. Adorei e recomendo a tudo e todos.

The Second Best Exotic Marigold Hotel

A segunda parte do exótico Marigold Hotel não desaponta para quem admira os actores e o local onde a premissa se encontra. John Madden leva-nos mais uma vez a uma Índia fictícia que pode encantar qualquer um a encontrar novas oportunidades. Com um elenco de luxo que inclui Judi Dench, Maggie Smith, Bill Nighy entre outros. Recomendo a quem viu o primeiro filme ou leu o livro.

Carandiru


Normalmente um dos melhores filmes brasileiros que recomendo é precisamente este de Hector Babenco. Baseado no livro de Dráuzio Varella, Carandiru foi uma prisão em São Paulo no Brasil que chegou a ter mais de 4000 reclusos. Seguindo o médico que faz prevenção da AIDS nesta prisão, ficamos a conhecer histórias de vida sobre os prisioneiros e a sua condição de vida. Carandiru ficara conhecida após o massacre que ocorreria em 1992. Um filme brilhante baseado em factos reais. Com Luiz Carlos Vasconcelos, Milton Gonçalves, Rodrigo Santoro, Lázaro Ramos, Wagner Moura, Caio Blat entre outros grandes actores. Mais que recomendado.

Sleepless in Seattle

Dois estranhos. Um programa de rádio. A sorte do acaso. Esta comédia romântica de Nora Ephron fora nomeada para dois Óscares da Academia e conta com Tom Hanks e Meg Ryan. Este género de filmes dos anos 90 são os anos de ouro onde o romance e a comédia se enlaçam em argumentos de grande qualidade. Para os amantes do platónico e o impossível.

United by hate, divided by truth

Realizado por Tony Kaye, escrito por David McKenna, "American History X" foi um dos filmes memoráveis do fim dos anos 90. Icónico pelo seu estilo cinematográfico, pela interpretação brilhante de Edward Norton e Edward Furlong. Um filme poderoso que se debruça sobre a ideologia Neo-Nazi e as suas consequências. Recomendo por estes motivos e muitos mais.

Minions

Realizado por Kyle Balda e Pierre Coffin, "Minions" fora uma das prequelas mais esperadas do ultimo ano. Este filme de animação conta a história da origem dos pequenos ajudantes amarelos de Gru. Sinceramente pelo trailer do filme prometia mais. Até os sobrinhos ficaram um pouco desiludidos. Recomendo aos fãs de Despicable Me.

Rio, Eu Te Amo

Várias curtas-metragens juntas num só filme como tributo à cidade do Rio de Janeiro. Depois de grandes sucessos como "Paris Je T'aime" e "New York I Love You", chegou a vez da grande cidade do Brasil, o Rio, mostrar a sua dose de paixão. Infelizmente apesar da receita ser de sucesso, esta compilação não foi das mais felizes, as histórias estão descoordenadas e sendo o Rio uma cidade incomparável acho que não fez uma dedicatória justa. Podia ser mais coerente. 2 estrelas. Vejam.

Amy


Este documentário de Asif Kapadia mostra a Amy Winehouse que o público queria conhecer. Sendo fã da sua música há anos atrás apenas percebi duas coisas: 1. a cantora tinha alguns problemas com álcool e drogas 2. a atenção dos media sobre a sua vida pessoal era feroz. Este filme veio apenas confirmar que o pesadelo da fama era pior do que parecia. Os seus problemas foram expostos em público e eram debate nos tabloides, os paparazzi não lhe deram liberdade, a sua vida pessoal tumultuosa. Este tributo é perfeito para relembrar que Amy Winehouse será sempre um ícone na história da musica inglesa e do jazz pois a sua voz é incomparável. Recomendo.

This Is England '90

Esta mini-serie britânica que inicialmente começou em 2006 com uma premissa cinematográfica desenrola-se na vida destas personagens intensamente britânicas redefinindo e relembrando quem esteve ativamente presente numa geração passada. Recomendo aos fãs e a quem segue estas personagens há dez anos. Memorável. Umas das melhores séries britânicas.

Game on.

Chris Columbus realizou um dos filmes de entretenimento mais esperados do ano passado. "Pixels" é o fenómeno do ataque intergaláctico dos nossos videojogos favoritos. Um tributo a toda uma cultura nerd dos anos 80 e 90. Com Adam Sandler, Kevin James, Peter Dinklage, Josh Gad e Michelle Monaghan. Americano, comercial. Para os fãs dos videojogos clássicos.

Is the Man Who Is Tall Happy?: An Animated Conversation with Noam Chomsky

Michel Gondry é reconhecido pela sua criatividade ilimitada. Nesta entrevista com Noam Chomsky, Gondry ilustra as várias conversas que teve com o ativista, linguista e filósofo, numa animação memorável categórica da sua estética cinematográfica. Para os fãs de Gondry. Recomendo.

Unbreakable Kimmy Schmidt

Uma série criada por Robert Carlock e Tina Fey. Após 15 anos clausurada, Kimmy é resgatada de um culto e irá começar uma nova vida repleta de momentos inesquecíveis em Nova Iorque. Recomendo a quem vive fora da sua cidade ou para quem gosta de Ellie Kemper. Cómico e colorido.

When Harry Met Sally...

Nora Ephron começou a dar nas vistas com esta comédia romântica. Protagonizada brilhantemente por Billy Crystal e Meg Ryan, Harry and Sally não são os melhores amigos mas com o passar dos anos e algumas coincidências será possível criar uma amizade... e talvez algo mais? Icónico anos 90 com um argumento excelente. Nova Iorque e romance no seu melhor.

Back to the Future

Há filmes que são extremamente familiares. A trilogia de "Back to the Future" foi-me apresentada pelo meu pai. Relembro o que seria numa outra geração antes da minha existência, ver estes filmes no cinema. Marty McFly e Dr. Emmett Brown são os heróis que viajam pelo tempo resolvendo conflitos e tendo as melhores aventuras de sempre no mundo da ficção científica. Realizado por Robert Zemeckis. Com Michael J. Fox, Christopher Lloyd, Thomas F. Wilson e Lea Thompson. Banda sonora de Alan Silvestri. Icónico.

She wasn't expecting this.

Esta série televisiva é fora do vulgar pelas melhores razões. Criada por Jennie Snyder Urman, "Jane the Virgin" conta a história de uma rapariga devota que é inseminada artificialmente por acidente. Um tom cómico caricato com personagens tiradas de uma telenovela latina. Com Gina Rodriguez no papel principal. Experimentem.

meet the little voices inside your head

Este foi um dos filmes que antecipei no ano passado. "Inside Out" fora realizado por Pete Docter e Ronnie Del Carmen e conta com talentos únicos no panorama americano da comédia: Amy Poehler, Bill Hader, Phyllis Smith, Lewis Black e Mindy Kaling. Estes dão voz a cinco emoções: alegria, medo, tristeza, zangado e repugnância. Todas estas personagens estão dentro da cabeça de Riley, uma miúda de 11 anos que acabou de mudar de cidade, casa e escola. A Pixar decide mostrar à maneira Disney o funcionamento das nossas emoções. Adorei. Entretenimento e animação no seu melhor.

Documentary Now!


Uma das melhores séries de comédia que estreou o ano passado foi criada por Fred Armisen, Bill Hader, Seth Meyers e Rhys Thomas. "Documentary Now!" é uma paródia hilariante sobre a obsessão do estilo da narrativa documental. Seja em televisão ou em cinema, os documentários sempre causaram furor até chegar a um estado de fascínio coletivo (quase fanático) por parte do público. Para quem conhece o trabalho de algum destes senhores recomendo vivamente.

Trainwreck

Sou fã de Amy Schumer desde o stand up, passando pela Comedy Central e do seu programa "Inside Amy Schumer". A perspicácia do seu humor perverso mas honesto revela uma personalidade da mulher actual do séc. XXI. "Trainwreck" foi realizado por Judd Apatow, escrito por Amy Schumer e protagonizado pela mesma com Bill Hader entre outras surpresas no elenco. Adoro o facto do género comédia-romântica estar a ser actualizado para uma geração que conhece outros regras sobre romance numa nova era da comunicação, tecnologia e relações pessoais. Recomendo.

Chacun cherche son chat


Um dos primeiros filmes Cédric Klapisch fora "Chacun cherche son chat". Tudo começa quando Chloe descobre que Madame Renée perdeu o seu gato enquanto foi de férias, este é o pretexto para seguirmos Chloe neste bairro francês e conhecer toda a vizinhança que tenta ajudar Chloe a encontrar o seu animal de estimação. Klapisch juntou actores de diferentes palcos com membros daquele bairro de Paris criando assim uma atmosfera que pode ser observada neste filme. Gostei. É sempre bom ver um bom filme francês e anotar que o cinema europeu está vivo e de boa saúde.

Transparent

Uma das series que surpreendeu tudo e todos em 2014. A história de uma família que a pouco e pouco deixa as mentiras para trás e decide recomeçar. Uma série de Jill Soloway com Jeffrey Tambor, Amy Landecker, Gaby Hoffmann e Judith Light. Recomendo a todos os níveis.

Comedians in Cars Getting Coffee

Este web series do comediante Jerry Seinfeld é uma boa plataforma para almoçar ou jantar em boa companhia. Acreditem que com estes convidados e dois de dedos de conversa animam a mais aborrecida das rotinas. Recomendo. Vejam aqui.

Monty Python Live (Mostly)

Adorava ter visto este espectáculo ao vivo! Para todos os fãs dos Monty Python! Deixo aqui um dos melhores momentos deste tributo aos nossas Python:

Midnight is just the beginning.

Este é o conto de fadas tornado realidade. Argumento de Chris Weitz e realização de Kenneth Branagh, "Cinderella" é o que estávamos à espera: belo ao estilo Disney, especialmente para os fãs do filme original de animação. Não me dececionou mas no entanto, não achei tão encantador como filme a versão musical animada (óbvio que as fórmulas são bem diferentes tal como a narrativa). Recomendo a todos os fãs do conto e das produções live-action da Disney. Com Lily James, Cate Blanchett, Helena Bonham Carter e Richard Madden. Bibbidi-Bobbidi-Boo!

Kurt Cobain: Montage of Heck

O documentário de Brett Morgen mostra uma nova abordagem à lenda do grunge, Kurt Cobain. O homem por detrás do artista mostra pelas suas próprias palavras uma personalidade vibrante. Rebelde, adolescente e apreciador do caos, Cobain sempre sobressaiu desde criança, enquanto adolescente tornou-se problemático e mais tarde, "atingiu o nirvana." Recomendo vivamente.

An Idiot Abroad


Escritor e produtor Karl Pilkington nunca saiu da sua zona de conforto. "An Idiot Abroad" explora as viagens de Karl pelo mundo e o seu conflito interior com a cultura e os seus habitantes. Ricky Gervais e Stephen Merchant são os responsáveis por esta série hilariante. Recomendo para quem gosta da comédia que Gervais e Merchant criaram nos últimos anos.

Wolf Hall

Uma mini série televisiva da BBC conta um episódio épico da história de Inglaterra. Durante séc. XVI o futuro da nação esteve nas mãos de quem menos esperava: um conselheiro, cidadão comum, Thomas Cromwell. Por esta altura o Rei não tinha um sucessor, Henry VIII estava casado há vinte anos com Anne Boleyn e decidira separar-se da sua esposa. O Papa e outras instituições europeias opuseram-se a esta decisão. Com uma ameaça evidente de uma guerra civil, Thomas Cromwell irá ajudar o rei a prosseguir com o seu reinado desconhecendo consequências eminentes. Uma série de qualidade que acompanha os fãs da família "The Tudors". Recomendo.

Broad City


Criado e protagonizado por Ilana Glazer e Abbi Jacobson. Uma série com o carimbo da comedy central que segue a vida mundana de duas amigas em Nova Iorque. Aleatório, relaxante e cómico.
Recomendo vivamente.

Whiplash

O filme de Damien Chazelle que surpreendeu em várias cerimónias no passado ainda não passa despercebido. J.K. Simmons e Miles Teller são professor e aluno num dos conservatórios de música mais prestigiados da América. Uma história com um plot muito bom e acção emocionante. Para ver sem excepções. Recomendo.

The Interview

Realizado por Evan Goldberg e Seth Rogen, o filme que causou polémica pelo seu conteúdo "provocador". Dave Skylark (James Franco) é um famoso apresentador do programa de televisão "Sylark Tonight", em conjunto com o seu produtor Aaron Rapoport (Seth Rogen) conseguem uma entrevista exclusiva com (nem mais nem menos) que Kim Jong-un (Randall Park), o líder da Coreia do Norte. Esta é a premissa inicial para uma comédia/paródia sobre toda a situação improvável em que os dois personagens principais se encontram. Esta é mais uma prova que Franco e Rogen são uma parelha que não só resulta no seu tom cómico como provoca e cativa novos fãs. Recomendo para quem já conhece o género.

The Simpsons Movie

Uma das melhores sessões de cinema na minha vida foi no Verão de 2007. Após um longo dia de praia, eu e amigos fomos à estreia do filme dos Simpsons. Numa sala de cinema prestes a fechar portas, fomos a Springfield visitar personagens já bem conhecidas do pequeno ecran. Homer, Bart, Marge e Lisa são fugitivos nesta aventura da família Simpson contra a epidemia que se alastrou pela cidade (graças a um pequeno erro de Homer, claro). Tal como tantos outros, já vejo a serie de televisão desde criança e o filme foi uma escolha natural para muitas gerações que gostam do humor, carácter e tradição simpsoniana. Imortal. Obrigado Matt Groening.

talk shows

Entre filmes, series de televisão e outros passatempos que promovem a procrastinação, existem alguns talk shows que sigo periodicamente. Simplesmente com o intuito de entreter, distrair, passar o tempo: todo o conhecimento de temas fúteis, celebridades, polémicas de carácter social, fenómenos da sociedade de hoje. Seja o que for, quando o aborrecimento aparece, nada impede de ver os seguintes programas: 


The Tonight Show Starring Jimmy Fallon 




Já seguia Jimmy Fallon no Late Night e ultimamente apenas sigo o Tonight Show pelo canal canal oficial do Youtube. Adoro a banda de residência: The Roots. Recomendo. 



Jimmy Kimmel Live! 


Tal como o The Tonight Show tem algumas rubricas com piada e com convidados bem conhecidos do mundo da televisão norte-americana e não só. 



The Ellen Show 


Já todos conhecemos a anfitriã. O formato deste programa é o perfeito entretenimento televisivo para todas as idades. É o único daily show que sigo periodicamente. 



Late Show with David Letterman 


Uma das caras mais conhecidas no mundo dos talk shows. Letterman tem uma carreira ímpar no mundo da televisão e entrevistou personalidades ímpares. Ver e rever. 



Late Night with Seth Meyers 


Conheci Seth Meyers no Saturday Night Live (outro dos meus vícios. um dos meus programas favoritos), logo que se mudou para o Late Night, não desapontou. Adoro que muitas das celebridades, actores, realizadores, escritores pertencem a um mercado diferente para além do comum blockbuster. Recomendo. 



Conan 


Após uma carreira lendária, um dos apresentadores mais carismáticos da televisão norte-americana, Conan O'Brien, estabeleceu o seu talk show depois de muitos anos em televisão na rede NBC. Uma lendas do pequeno ecran. 



Graham Norton Show 



Este começou por ser um guilty pleasure mas após alguns episódios convenceu-me. Graças a este talk show explorei mais series da televisão britânicas, conheci músicos, bandas e personalidades do universo do Reino Unido. O bom humor do anfitrião garante as audiências e uma conversa fluída entre os convidados. Pessoalmente, o melhor episódio é o de Matt Damon, Bill Murray, Hugh Bonneville com Paloma Faith. Vejam.