A Decade Under the Influence

Um documentário narrado por grandes senhores do cinema que presenciaram uma nova época do cinema americano. Nos 60 e 70 aconteceram movimentos políticos importantes que influenciaram profundamente a sociedade da altura. Neste mesmo período o cinema europeu dava cartas mostrando ao mundo a visão de vários realizadores como Truffaut, Godard, Bergman entre outros. O desafio estava lançado: criar uma nova linguagem cinematográfica para um novo público emergente. Esta foi a década da "nova Hollywood" onde o cinema independente deu os seus primeiros passos da indústria americana. Um documentário de Ted Demme e Richard LaGravenese.

A Very Long Engagement

 Uma mulher que não desiste reencontrar o amor da sua vida após a primeira guerra mundial. Este filme de Jean-Pierre Jeunet mostrou mais uma vez a sua estética e a actriz Audrey Tautou mostra a sua versatilidade fora de Amélie. Uma história de amor sem igual entre Manech e Mathilda. Baseado na obra literária de Sébastien Japrisot. Banda sonora memorável de Angelo Badalamenti. 
Um clássico.

This Is the End


Uma das comédias que marcou o ano passado foi realizada por Evan Goldberg e Seth Rogen. Jay Baruchel e Seth Rogen são amigos de longa data e decidem ir a uma festa na casa de James Franco. Mal estes sabiam que o fim do mundo/tremor de terra/Apocalipse iria acontecer... A cultura pop dos blockbusters reunidas num filme cómico e atractivo com muitas surpresas no elenco e um desfecho surreal à boa maneira de Hollywood. Se gostam de filmes recheados de super-estrelas e momentos cómicos vejam "This Is the End". Gostei por ser descontraído.

Freedom Writers


Um dos melhores filmes MTV estreou em 2007. "Freedom Writers" realizado por Richard LaGravenese conta os casos reais de vários adolescentes residentes em Long Beach, California. Estamos em 1994 e a criminalidade aliada ao racismo criam problemas por toda a comunidade. A professora Erin Gruwell (interpretada por Hilary Swank) é uma professora motivada mas cedo percebe que terá de improvisar outros métodos para educar os seus alunos conflituosos. Pode não ser o filme da década mas é bom e faz toda a diferença conhecer e saber mais sobre a história de um grupo de adolescentes que decidiram mudar as suas vidas. Os testemunhos, as vozes, as palavras. Recomendo.

Some see what's possible, others change what's possible.

Steve Jobs foi para além do criador da Apple. Este visionário acreditava na inovação do nosso dia-a-dia e com a ajuda de uma grande equipa criou produtos e conceitos que mudaram a nosso meio de comunicação para sempre. "Jobs" é um filme de Joshua Michael Stern que mostra as crenças de Jobs desde adolescente até à idade adulta. Um homem que lutou a vida toda e que acima de tudo tinha fé na palavra: evolução. Foi um desafio para Ashton Kutcher interpretar este papel. O filme em si não supera expectativas.

Spring Breakers

Um dos filmes do ano passado que causava burburinho era o novo trabalho de Harmony Korine. O fenómeno é compreensível a um nível infanto-juvenil dado conta que em termos cinematográficos não acrescenta nada de novo mas para um público habituado à fórmula dos blockbusters americanos, "Spring Breakers" marcou pontos acentuando todos os visuais apelativos com uma banda sonora a condizer. Quatro amigas que mudam as regras do jogo. Apenas sublinho que o actor James Franco tem-se tornado num camaleão entre personagens (e isso é óptimo). Este filme fez-me relembrar o efeito "Miley Cirrus", ou seja, não é nada de novo mas mesmo assim existe alguém que fica chocado. Não foi o meu caso.