This turkey can't fly


Carlos Saldanha já foi mais que reconhecido pelos seus filmes de animação. "Rio" não é excepção. O enredo conta a história de Blu, um pássaro que nunca voou nem sabe usar as asas até que uma viagem inesperada ao Rio de Janeiro vai mudar tudo. Daqueles filmes em 3D que valiam a pena ser vistos em IMAX. Gostei da mistura entre os pássaros, as cores e os próprios brasileiros com o ritmo da cidade e o samba sempre a conduzir o espectador da favela, à floresta e à praia. Com banda sonora de John Powell entre outros.Vozes de Jesse Eisenberg, Leslie Mann, Wanda Sykes, Jane Lynch, Jamie Foxx, Rodrigo Santoro e Anne Hathaway. Se gostam das animações de Carlos Saldanha aproveitem. (No próximo mês estreia a nova aventura com os mesmos personagens - Rio 2 ).

A Knight's Tale

O filme mítico de Brian Helgeland que imortalizou Heath Ledger como eterno cavaleiro do cinema hollywoodesco foi um sucesso em 2001. Com uma banda sonora peculiar (e boa) este é daqueles filmes memoráveis para rever quando quiserem.

Everyone needs a refuge from the world.


No ano de 2009 o burburinho em redor deste filme de Dagur Kári era quase insuportável. Esteve presente em vários festivais e foi um dos filmes independentes em destaque nesse ano. Com Paul Dano e Brian Cox, "The Good Heart" conta a história de um dono de um bar (Cox) que decide a ensinar a um sem-abrigo (Dano) tudo o que sabe sobre o seu ofício. Entre o drama e a comédia estas são personagens reais onde um sem-abrigo suicida e um homem depressivo encontram um convívio espontâneo. Acho que vão gostar.

A Little Princess


Quando tinha cerca de 6 anos de idade este filme de Alfonso Cuarón passou na televisão e eu adorei instantaneamente mas para encontrar este filme sem qualquer memória do título foi bastante complicado (aliás até fiquei surpreendida quando descobri que o realizador era Alfonso Cuarón). A história começa na Índia e seguimos Sara Crewe, uma menina sonhadora que apenas tem o pai como família, este como vai para a guerra decide deixar Sara num colégio interno em Nova Iorque. Este é um dos clássico infanto-juvenis da Warner Brothers e recomendáveis na época natalícia. Encantador.

127 Hours


Existem acidentes todos os dias, no entanto, haverão sempre pessoas para contar estas histórias. O caso de Aron Ralston impressionou o mundo não só pelos factos verídicos como a personalidade deste homem que inspirou a sociedade. A experiência deste filme de Danny Boyle reflecte-se quando acabamos de ver o filme e sentimo-nos perto das decisões do personagem principal tal como compreendemos a sua situação ao ponto de nos colocarmos na mesma e de até aceitar as suas decisões para sobreviver. Acredito que esta não é uma história de coragem mas sim uma história sobre a força e a capacidade do ser humano. Adorei a prestação de James Franco que escolhe projectos interessantes (evoluindo como actor). A banda sonora é do fantástico A.R. Rahman que tem momentos muito bons na utilização sonora/musical em vários momentos do filme; e mais uma vez o realizador Danny Boyle adapta ao seu estilo de fazer cinema a uma história com moral, poder, sabedoria e experiência. É muito bom.