One Day


David Nicholls é o autor da obra literária e escreveu o argumento. Lone Scherfig ficou encarregue de por uma história romântica com vinte anos de tempo numa longa-metragem. Emma (Anne Hathaway) e Dexter (Jim Sturgess) conhecem-se desde os tempos universitários... mais concretamente: desde o dia 15 de Julho de 1988. São melhores amigos desde então e toda a premissa das suas vidas resume-se à química que existe entre os dois. Apesar de ter uma história muito boa creio que o filme não cumpriu com o que prometeu... (depois de verem o filme talvez percebam a minha opinião ou consigam comentá-la). Adorei a cinematografia do director de fotografia Benoît Delhomme e não achei a musica de Rachel Portman nada de extraordinário. Vejam e digam se corresponde à expectativa.

As Mães de Chico Xavier


Inspirado numa obra literária, em histórias reais e numa pessoa: Chico Xavier. Este médium é re-conhecido por todo o Brasil e já espalhou a notícia por todo o mundo. Consegue escrever cartas dos que já partiram para os que cá ficaram. Um filme sobre as mães que receberam as cartas de Chico Xavier. Um filme com conteúdo e conceito onde o poder da sabedoria e da fé esta na personalidade de Chico Xavier. Não é um filme com religião assente nem proclama ninguém. Vale a pena conhecer Chico Xavier. Também existe o filme biográfico "Chico Xavier" de 2010 para averiguar melhor quem era esta pessoa. De Glauber Filho e Halder Gomes.

Mansfield Park


Patricia Rozema escreveu e realizou uma adaptação à obra de Jane Austen com o mesmo título. Fanny Price quer algo mais que ser aceite na sociedade, perceber os dois versos da moeda: as aparências contra a verdade. Sou fã de Austen e não tenho opinião na matéria sem deixar de referir que achei uma boa adaptação da obra mas não suficientemente cativante do ponto de vista cinematográfico. Para fãs de Jane Austen e não só.

The Dark Knight Rises


Um dos filmes mais esperados do ano passado com certeza que concretizou as expectativas de muitos; e lá no meio desta espera estava eu com todo aquele fôlego preparado para o último capítulo de Batman. Este filme é para quem viu os outros dois capítulos e para quem é fã dos comics da Marvel. Creio que só com essa bagagem se consegue adquirir uma experiência invejável cinematograficamente falando. Apesar de achar que a história andava depressa demais, o realizador Christopher Nolan manteve o ritmo dos acontecimentos e consegue sucessivamente (com sucesso), suspender o expectador no êxtase desejado. Não vou ser spoiler (ainda por cima, por esta altura, já toda gente deve ter visto o filme). Aproveito para recomendar a trilogia e como já sabem (e muito bem): nunca perder Christopher Nolan de vista. Nunca.

Die Welle


Um dos filmes mais conhecidos com descendência da alemã foi realizado por Dennis Gansel e intitula-se "Die Welle" (significa "A Onda"). Nesta boa linguagem cinematográfica e numa boa apresentação de personagens, tudo começa numa segunda-feira e a definição da palavra "autocracia" causa a criação de um movimento... algo mais que transcende o professor e os alunos envolvidos. Muito muito Bom. Mesmo. Para ver.

Whisper of the Heart


Yoshifumi Kondô esteve sempre rodeado pelos criativos do departamento de animação dos estúdios Ghibli e nos anos 90 deu-se a oportunidade de realizar uma história simples sobre uma rapariga que descobre um sítio onde as histórias começam a onde a inspiração cresce. Gosto e admiro estas narrativas. A banda sonora também é fabulosa e toda a estética desta animação é lindíssima. Recomendado.