The Godfather


Existem várias trilogias quase que obrigatórias a serem estudadas por quem gosta de cinema. Já passaram alguns anos desde que dissequei "The Godfather", "The Godfather: Part II", "The Godfather: Part III". Não vou publicar as notas da dissertação mas deixo aqui a referência: antes de uma geração anos 90 existiam grandes actores e influências que marcaram o mundo do cinema e da performance. Começando em 1972 e acabando em 1990, para Francis Ford Coppola fora crucial definir o carácter épico da obra literária de Mario Puzo. Faz parte dos clássicos obrigatórios. Gosto porque cria um grande respeito pela história do cinema (e quando dizem, sem pensar, que talvez um dia, o cinema fique extinto, têm de reflectir na possibilidade de enquanto houver histórias para contar haverá cinema).
Enviar um comentário