Two guys.One girl.Game on.

Lisa Barros D'Sa e Glenn Leyburn realizaram "Cherrybomb". Uma história sobre três adolescentes fora do controlo assinada pelo argumentista Daragh Carville. Jovens, Selvagens e Independentes. Assim é a nova geração tempestuosa. 



Não achei o filme nada de especial... e o que sinceramente me motivou foi a participação de Robert Sheehan ao lado de Rupert Grint (mas este ultimo já sabemos quem é perfeitamente). No elenco também contamos com Kimberley Nixon e James Nesbitt. Com uma banda sonora independente. Juventude Underground.

Blue Valentine


Um filme romântico sem ser forçado ou cliché. Assim é "Blue Valentine" de Derek Cianfrance. Michelle Williams e Ryan Gosling dão uma profundidade a cada um dos enamorados que só visto. Adorei o guião e quase todos os enquadramentos. Será que duas pessoas podem encontrar-se a si próprias? Completar-se?

Monty Python - Live

Este post serve para recomendar "Monty Python Live at the Hollywood Bowl" e "Not the Messiah (He's a Very Naughty Boy)". Este ultimo é o mais recente tributo aos Monty Python. No seu 40º aniversário decidiram preparar um oratório com a colaboração de John Du Prez e encher por completo o Royal Albert Hall. Uma homenagem aos fãs de Python. 


Já "Monty Python Live at the Hollywood Bowl" remonta a 1982 onde Graham Chapman, John Cleese, Terry Gilliam, Eric Idle, Terry Jones e Michael Palin percorrem o mundo com o seu Flying Circus. O ridículo destes senhores é de génio. De morrer a rir.

Filme do Desassossego


Antecipei este filme português mais que qualquer outro nos últimos tempos. Adoro o culto pela poesia em geral mas ver e ouvir actores declamarem palavras de Fernando Pessoa é algo de se louvar. Um filme com a marca de João Botelho em todos os planos. 
Recomendo não só o filme como tal e qual o grandioso Livro do Desassossego.

Sex and Lucia

Existe uma componente erótica nos filmes do realizador Julio Meden. Este trabalho foi o que mostrou ao mundo a sua visão de um novelista que enreda com as personagens da sua ficção. Um filme premiado no festival de Goya e um dos primeiros trabalhos notórios da actriz Paz Vega no grande ecran.

The Hunger Games

Este era daqueles filmes que continha um apetite enorme para saciar... pelo menos da minha parte. Já sabia que havia uma trilogia literária de Suzanne Collins e que "The Hunger Games" é a primeira parte da saga da heroína Katniss Everdeen. Adorei a edição do filme e sem querer ser spoiler, senti que este trabalho de Gary Ross estava mais focado num publico que já leu os livros e não naquele que virá a ler... ou seja, ao visionar o filme não se admirem por reparar que existe pouca profundidade em alguns detalhes das história; de resto deixo-vos com o magnifico trailer que foi um dos elementos principais que me seduziu a ir ver o filme ao cinema. A actriz Jennifer Lawrence tornou-se definitivamente uma das novas favoritas de Hollywood. Com certeza que irei ver o resto da trilogia quando estrear em sala.