My Week with Marilyn


Todos nós sabemos quem Ela foi. Relembrada sempre com muito alento e prestígio, a estrela das estrelas, Marilyn Monroe dirigia-se a Inglaterra em 1956 para filmar "The Prince and the Showgirl" do realizador Laurence Olivier. Na produção deste mesmo filme está o novato, 3º assistente de realização, Colin Clark, este será o nosso guia num enredo real baseado nos cadernos de Colin Clark. Um encontro surreal. Pessoalmente achei Michelle Williams perfeita como Monroe e (obviamente) Judi Dench sempre fantástica em qualquer papel quer seja principal, secundário, não interessa. Teve duas nomeações para os Óscares: Melhor Actriz Principal (Michelle Williams) e Melhor Actor Secundário (Kenneth Branagh).

10 Items or Less


Cool. Independente. Indie. Brad Silberling escreveu e realizou este filme protagonizado por Morgan Freeman e Paz Vega. Gostei e adorei o bom feeling de toda a história, tem momentos adoráveis mas não memoráveis. Também com surpresas como Jim Parsons, Danny De Vito e Jonah Hill. Para relaxar. Adorei por ser uma boa surpresa.

Une Vie de Chat


Esteve nomeado para os Óscares deste ano e também passou na Berlinale. Esta animação fantástica de Jean-Loup Felicioli e Alain Gagnol traz ao ecran a magia rústica de uma emoção própria com um ladrão e o seu gato, salteando pelos telhados de Paris. Muito Bom. Também pela musica de Serge Besset.

Trust no one. Suspect everyone.


Bridget O'Conor e Peter Straughan adaptaram a obra literária de John Le Carré para criar um filme tenso de um tom psicótico sugestivo com uma conspiração iminente... falta só saber o ultimato da verdade. Assim é "Tinker Tailor Soldier Spy", um filme de Tomas Alfredson com o sempre grande Gary Oldman, Colin Firth, Tom Hardy e Benedict Cumberbatch. Ainda destacando a fabulosa imagem crua, mais um excelente trabalho de Hoyte Van Hoytema (Director de Fotografia que também colaborou com Tomas Alfredson em "Let the Right One In") e uma banda sonora meticulosa de Alberto Iglesias. Muito Bom. Gary Oldman não desilude. Ponto.

Beginners


O primeiro plano deste magnifico filme são flores e uma janela, a ultima frase é "How does that work?". Este trabalho de Mike Mills conquistou-me à primeira pelo precioso cartaz. Apesar de começarmos em 2003, trespassamos o tempo e os anos da vida de Oliver, filho de Hal, que nos guia neste filme com muitas histórias para contar. Com Ewan McGregor, Christopher Plummer e Mélanie Laurent. Um guião brilhante. Gostei. Não contrariar remorsos, aceitar a felicidade, lutar por sorte e oportunidade.

They're closer than you think


Já não os via à bastante tempo, o suficiente para achar que este projecto de Jason Segel é um sucesso. O mais recente filme dos marretas tem um humor característico destes bonecos míticos e não cai na categoria de filmes para crianças ou só para adultos. "The Muppets" é um filme que pode ser visto em família ou com amigos dos anos 80. Podia ter sido um fiasco mas está muito bem tratado. Um viva aos marretas.

Crazy, Stupid, Love


A premissa do filme parecia um pouco vaga mas felizmente existiu uma tentativa bem sucedida de ultrapassar o disparatado e conseguiu. Continua a ser uma comédia/romântica de pipocas mas os meus parabéns para o guionista Dan Fogelman. Os realizadores são Glenn Ficarra e John Requa e as estrelas são Steve Carell, Julianne Moore, Ryan Gosling e Emma Stone. Lição da história: o amor encontra o seu caminho de uma maneira ou outra. Quando encontras a pessoa certa, não deixas de lutar por ela porque é única. Um filme para passar o serão. O amor como tema "ridículo" principal: no bom sentido.