The Help

No início de 1960, Jackson, Mississipi era um dos estados americanos mais extremos com discriminação racial. A ignorância humana levava a um problema sociológico de proporções gigantescas, era contra a lei ajudar, defender ou seguir ordens de uma pessoa de "cor". Mas os tempos estavam prestes a mudar e com o início de uma revolução política e de direitos humanos estava a recém graduada Skeeter Phelan, uma rapariga perspicaz para a sua idade com o sonho de ser jornalista. Após ter voltado a Jackson, Skeeter tem a ideia de relatar num livro as experiências e histórias das serviçais que trabalham toda uma vida na casa de outras pessoas sendo ainda maltratadas, incompreendidas e descriminadas. Com o apoio de Aibileen e Minny, Skeeter irá relatar de uma forma anónima as injustiças e histórias destas mulheres provocando uma onda de mudança entre a comunidade. Este filme de Tate Taylor correspondeu exactamente às expectativas e é precioso em valores humanos. Emma Stone continua a dar cartas, Octavia Spencer é uma grande surpresa mas destaco especialmente Viola Davis que está perfeita nesta personagem. Gosto destas histórias e principalmente, gosto de saber os relatos destas pessoas que começaram uma Mudança à muitos anos atrás. As revoluções são necessárias e a coragem prevalece sobre os heróis.

Drive


Apoiado pela crítica, confirmo todo o burburinho que ronda "Drive" de Nicolas Winding Refn com argumento de Hossein Amini baseado na obra literária de James Sallis. Isto é uma obra cinematográfica contemporânea obrigatória. Não há desculpas. Ryan Gosling é o homem do momento e este é um dos motivos. Carey Mulligan continua a sua ainda nova carreira brilhante e o resto do elenco está à altura de um filme glorioso com uma banda sonora muito concreta e especial. Recomendadíssimo.

The Bridges of Madison County

Baseado no bestseller homónimo de Robert James Waller, este filme é de partir o coração. Uma das melhores histórias épicas de amor americanas. Clint Eastwood e Meryl Streep. O amor impossível e eterno.

Wild Man Blues


Este é um documentário biográfico que acompanha uma de muitas road trips de Woody Allen como músico, acompanhado pela New Orleans Jazz Band. Por mim conseguiria ouvir Allen a discursar o tempo inteiro... serei eu a única pessoa que adora a sua voz?! Adorei o documentário, parece uma boa vida... o que mais posso dizer?!

In the African heat, one woman stands alone


Claire Denis é a autora de "White Material". Na sua cinematografia, este é um regresso a África, um símbolo já registado em algumas das suas imagens. Este regresso debruça-se sobre a guerra na terra onde vivemos. O clima de medo, a instabilidade da revolta dos fugitivos, o silêncio de morte que leva ao declínio de uma previsível guerra. Assim o é este filme. Pessoalmente, África é cada vez um sitio mais belo a cada filme que vejo.

It takes a pair to beat the odds


"50/50" é um filme realizado por Jonathan Levin, escrito por Will Reiser e protagonizado por Joseph Gordon-Levitt, Seth Rogen e Anna Kendrick. Inspirado em acontecimentos reais, Adam com apenas 27 anos é-lhe diagnosticado um cancro raro. Esta plot line previsível na mente de alguns espectadores irá surpreender as revelações e acontecimentos deste filme. Achei que a abordagem cómica ao assunto em questão está feito de maneira inteligente e eficaz, o filme supera expectativas e consegue ainda conter um forte tom emotivo às personagens. Mesmo quando tudo parece cinzento és tu que levantas a cabeça e sentes-te orgulhoso por isso. Nunca percebi porquê quando alguém é-lhe diagnosticado uma doença, todas as outras pessoas tratam-no como se já estivesse morto?! é completamente anti-natura... é mesmo esquisito. Vejam o filme. Todas as doenças são curadas com amor, estamos cá uns para os outros. Este também é outro trabalho maduro de Michael Giacchino.