La piel que habito


Já vi muitos filmes de Almodóvar mas deste é que não estava à espera... não entendo como houve algum descontentamento por parte da audiência em relação a "La Piel que Habito". Para além de ter uma banda sonora fascinante (como é costume), Almodóvar consegue sublinhar à sua maneira o psycho criando assim uma tensão típica do seu género de violência. Antonio Banderas regressa ao grande ecran com uma performance poderosa ao lado de Elena Anaya, Jan Cornet e todo um elenco de uma qualidade que só os actores que trabalham com Pedro Almodóvar o sabem. Impressionou-me pela positiva e não há motivos para deixar de gostar deste cinema de autor.
Enviar um comentário