Harry Potter and the Deathly Hallows: Part 2




Mal acabou o ultimo capitulo da saga ocorreu-me: "Lembras-te da primeira vez que vieste ver um filme do Harry Potter?". Mais tarde, ao ter a consciência que vi todos os filmes em momentos diferentes da minha vida fez-me recordar o quanto este é o momento certo para pertencer a algo tão especial. Como já escrevi aqui (muitas vezes... demasiadas até) tenho um orgulho extremo em pertencer a uma geração que cresceu e amou verdadeiramente as criações de J.K. Rowling. Volto a relembrar que não li os livros apesar de ter tentado inúmeras vezes mas aos filmes nunca faltei a uma estreia. Ainda não me apercebi por completo que este é o fim de uma saga única. Parece que ao longo do tempo, nós, vivemos ao mesmo tempo que estas aventuras. Que esta realidade pertence, de facto, à nossa. Neste mundo mágico cheio de fantasia existe uma componente do nosso real como seres humanos, é este sentimento humano que faz parte de todas as personagens da saga. Estou sem palavras. Agradecimentos não chegam a J.K. Rowling. Sim, porque tudo começa na escrita e ainda bem que existem tantas outras artes como o Cinema, que nos permite contar estas histórias fantásticas. Não haverá fenómeno como este durante um período indeterminável de tempo. Acreditem.
Enviar um comentário