La double vie de Véronique





Irene Jacob está perfeita neste filme de Krysztof Kieslowski (realizador da trilogia: “Blue”, “White” e “Red”). Quando duas raparigas com o mesmo nome vivem em sítios diferentes poderá influenciar a sua condição física neste mundo? Planos belíssimos de Kieslowski. Uma mera conexão ou uma multiplicação arbitrária do ser humano? Descubram.
Enviar um comentário