She's evil... and not just high school evil


Muito falta a “Jennifer’s Body” e pouco fica. O pressentimento quase xenófobo que tive quando Karyn Kusama fora seleccionada para realizar o filme (após o flop de Aeon Flux) foi quase uma visão do futuro, mesmo assim “Jennifer’s Body” é melhor de que “Aeon Flux”. Não é por ter Megan Fox e Amanda Seyfried no elenco que o filme chega a ser bom… não sei o que falta a este filme… estou à espera de sugestões (estava à espera de mais e melhor… e não é a escrita de Diablo Cody que está mal... são outros diversos e importantes aspectos... help?!).
Mas tal e qual o prometido estou a seguir os passos de Diablo Cody enquanto fã, vou apreciando os seus novos projectos.

The story of a man ready to make a connection.


Tal como prometido, estou a seguir entusiasticamente (e não forçado) os passos de Jason Reitman. Para não mencionar o lado humorístico possivelmente influenciado pelo seu pai, Ivan Reitman, o seu novo filme “Up in the Air” não mostra só com a imagem mas também com a palavra. Ryan (George Clooney) tem um emprego pouco comum mas muito rotineiro e prático. Voa de estado em estado para executar o que muitas empresas não são capazes de fazer: despedir os empregados. Ryan adora o aeoroporto, os aviões e todo um ritual intímo à sua bagagem. No entanto ao conhecer Alex (Vera Farmiga) e com algumas mudanças no seu emprego, Ryan vê-se forçado a ficar em terra. Mas terá uma última oportunidade de mostrar ao novo elemento da empresa, Natalie (Anna Kendrick), o quanto o seu emprego é importante e quanto peso tem na sua vida. Um filme vencedor baseado no livro de Walter Kim. Para ver no cinema.

Lord of War


Numa realidade é oculta é fácil não revelar a identidade mas sim difícil mantê-la. A rotina de Yuri Orlov (Nicolas Cage) começou a tomar porções megalómanas quando os seus primeiros passos na venda de armamento a terceiros foram um sucesso.
Mais tarde, Yuri era um explorador de possíveis locais de compra de armamento massivo para guerras, conflitos, massacres, etc. Neste perfeito complexo esquema da compra/venda de armamento nem sempre corre tudo bem. Aliás, o imprevisível é o mais certo.
Baseado em acontecimentos reais, um filme de Andrew Niccol onde a moral tem um peso suplementar na história.

Never let your friends tie you to the tracks


Da autoria de Irvine Welsh e realizado por Danny Boyle, “Transpotting” é um filme de carácter forte. Fez-me lembrar “This is Britain” e por vezes “Candy”. As escolhas nunca foram relevantes para Renton (Ewan Mcgregor), Sick Boy, Begbie e Spud. Os quatro amigos dependentes da heroína sempre foram os bons vivãs e Renton propõe-se constantemente aos desafios que surgem – deixar a droga, arranjar uma rapariga e… mudar de vida?!
Afinal existem outros planos, outras possibilidades no rumo de Renton e talvez dos seus “denominados” amigos. Muito bom.

Globos de Ouro - Lista de Vencedores

CINEMA

Melhor Filme Dramático
Avatar

Melhor Musical ou Comédia
The Hangover

Melhor Actor Dramático
Jeff Bridges - Crazy Heart

Melhor Actriz Dramática
Sandra Bullock - The Blind Side

Melhor Actor de Comédia
Robert Downey Jr - Sherlock Holmes

Melhor Actriz de Comédia
Meryl Streep - Julie & Julia

Melhor Actor Secundário
Christoph Waltz - Inglourious Basterds

Melhor Actriz Secundária
Mo'Nique - Precious

Melhor Argumento
Jason Reitman, Sheldon Turner - Up in the Air

Melhor Realizador
James Cameron - Avatar

Melhor Canção Original
"The Weary Kind", Crazy Heart

Melhor Banda Sonora
Michael Giacchino - Up

Melhor Filme de Animação
Up

Melhor Filme Estrangeiro
O Lenço Branco (Alemanha)

Prémio Especial Cecil B. Demille
Martin Scorsese







TELEVISÃO

Melhor Série Dramática
Mad Men


Melhor Série Cómica
Glee


Melhor Actor em Série Dramática
Michael C. Hall - Dexter

Melhor Actriz em Série Dramática
Julianna Marguiles - The Good Wife

Melhor Actor de Comédia
Alec Baldwin - 30 Rock

Melhor Actriz de Comédia
Toni Collette - United States of Tara

Melhor Actor Secundário
John Lithgow - Dexter

Melhor Actriz Secundária
Chlöe Sevigny - Big Love

I Am Sam

Este filme é a prova de que uma boa ideia seguida de uma entusiasmante pesquisa faz um bom filme. Jessie Nelson realizou e também escreveu em parceria com Kristine Johnson a história enternecedora de Sam, um homem especial que possui uma perspectiva diferente da vida devido à sua deficiência mental.
Apesar das dificuldades, Sam criou a sua filha durante sete anos, chamo-a de Lucy, um nome inspirado na imortal musica dos Beatles “Lucy in the Sky with Diamonds”. Inconscientemente, Lucy toma responsabilidades pelos actos do pai tornando-a mais madura mas, esta corrida contra o tempo irá ter um desfecho injusto. Mais tarde é lhe retirada a custódia da filha e Sam irá ter de lutar contra o poder da mente para ter a sua filha de volta. Nisto também muda a vida dos que o rodeiam, incluindo a da sua advogada.
Um filme tocante com Sean Penn (nomeado para o Óscar de Melhor Actor), Michelle Pfeiffer, e Dakota Fanning (das suas primeiras aparições no grande ecran). O poder do amor. O que define ser um pai. Ensinar a viver é uma dádiva, um milagre. A incapacidade de sermos perfeitos é humano.

Sobre “Glee” – first season


Cruzei-me com “Glee” no youtube. Onde após ter torcido o nariz ao típico musical high school super adolescente descobri que “Glee” é esperto o suficiente para não cair na armadilha. Nomeado para quatro globos de ouro, “Glee” é uma serie televisiva da Fox que narra os problemas e aventuras dos membros de um clube de talentos já muito esquecido pela escola secundária, ao liderar o grupo, o professor Will Schuester terá que ressuscitar os velhos tempos. Mas as coisas não ficam por aqui. Irónico. Adolescente. Musical.

Jules et Jim


Os nomes dos dois homens que dão título a esta obra sublime de François Truffaut são na realidade amigos de longa data. Conheceram-se em 1912, juntos admiram a beleza feminina no seu estado perfeito, possuem uma rotina saudável. Tudo isto desvanece-se quando ambos conhecem pela primeira vez Catherine, uma mulher audaz e espontânea.
Mais tarde, apesar da guerra, com o passar das décadas, Jules e Jim continuam a nutrir um afecto especial por Catherine. Este triângulo amoroso eterniza-se com o passar das décadas… mas será que dura para sempre?
Sou viciada no grande autor destas belas obras cinematográficas. Está dito.

2010 go!

Olá a todos. Espero que tenham tido umas óptimas entradas.
Regressei ontem de Amesterdão e em observações cinematográficas tenho apenas duas coisas a dizer:

1 – Ver “Avatar” pela 2ª vez em IMAX 3D vale a pena.

2 – Os cinemas Pathé são excessivamente caros :x

Espero voltar à Holanda pela terceira vez com a carteira mais recheada (possivelmente para ver filmes como “The Man Who Stares at Goats” e “Up in the Air”...)

* cheers everyone *




New decade.
New Year.
New Start.

No Regrets.

<3