Three stories. Three generations. Three men. One bizarre and shocking universe.

Grotesco. Genial. Três gerações, três histórias por contar sobre Morosgoványi Vendel, Balatony Kálmán e Balatony Lajoska. Vendel tem uma forma expressiva de se relacionar com o seu corpo, já Balatony quer vencer os concursos internacionais onde comer mais dá direito a prémio e talvez a uma senhora, por fim, Lajoska é especializado em manusear certos objectos que possibilitam a criação de animais embalsamados entre outras peças criativas. Sexualmente primitivo e irreverente, “Taxidermia” possui uma montagem energética, uma história incomparável e toda uma racionalização pouco ortodoxa. De György Pálfi. Recomendo vivamente.

se eu pudesse

Como o vento,
Como o sol,
Como o fogo,

vagueio sem rumo nem mar
procurarei sempre um abrigo
nos braços de quem o seja.

(talvez encontre um sitio para ficar)

about sofia's new project

portanto, intitula-se "Somewhere" é inteiramente da autoria de Sofia Coppola e está previsto estrear em 2010 :)
entretanto o senhor abaixo é o responsável pela cinematografia deste novo trabalho de Coppola. enjoy.

Paris, je t'aime

Um filme colectivo que envolve não só realizadores e actores como toda uma equipa diferente e empenhada em marcar a diferença na maravilhosa cidade de Paris. Acasos, histórias de amor, crises, pequenos romances, tentativas. O amor em toda a sua natureza na cidade de todos os corações. Faz parte.

Every dog has his day


Um assalto. 7 Homens profissionais na arte do crime. O que pode correr mal?
“Resevoir Dogs” tem muito que se lhe diga, não há dúvida do trabalho de actores nem do estilo carimbado de Tarantino, disso não. Alcança-se um clímax estrondoso com o conflito dramático entre as personagens, o facto de todas serem diferentes e de desconfiarem umas das outras. Algo não vai correr bem. (Mas o que querem que eu diga? Que o filme é mau?!).

You name it, we shoot it


Realizador e argumentista, Michael Gondry, já tinha conquistado o público por “Eternal Sunshine of the Spotless Mind”, num dos seus projectos recentes anteriores a “Tokyo!”, “Be Kind Rewind” recebe algum destaque notório devido a uma fantástica criatividade de reinventar os filmes e as histórias das pessoas. O problema acontece quando Jerry (Jack Black) fica magnetizado e apaga todo o conteúdo dos filmes VHS de um clube de vídeo arruinado. Mike (Mos Def) decide resolver a situação filmando tudo outra vez, desde “Ghostbusters” ao “Lion King”, começam a arranjar cúmplices e até Mr. Fletcher (Danny Glover) voltar da sua imagem. Jerry e Mike vão impedir que o clube de vídeo vá à falência e conseguir fidelizar o público e as pessoas. A magia do cinema é para todos. Vale pela criatividade. 3 estrelas.

Stranger than Paradise

Vencedor da do prémio “câmara de ouro” em Cannes 1984, categorizado como “o novo filme americano realizado por um novo realizador americano” , “Stranger than Paradise” é da completa autoria de Jim Jarmusch e protagonizado por John Lurie, Richard Edson e a bela Eszter Balint. Quando Willie recebe a sua prima Eva, proveniente da Hungria, decide deixá-la no seu apartamento em Nova Iorque durante três semanas antes desta se dirigir para a casa da tia em Cleveland. Mais tarde, Willie e o seu amigo Eddie conseguem fazer batota num jogo de póquer e decidem ir visitar Eva. Por fim, o resgate para o paraíso, Willie, Eddie e Eva dirigem-se para Florida mas após instalarem-se num motel barato as coisas começam a dar para o torto… Essencialmente para quem gosta de Jarmusch.

Let in the unexpected.

Realizador e argumentista Mike Binder foi ao autor de “Reign Over Me”, um filme dramático sobre um reencontro entre amigos de liceu, Allan (Don Cheadle) e Charlie (Adam Sandler). Em Nova Iorque, Allan Johnson tem a vida ocupada, a família e a sua clínica dentária fazem parte da sua rotina tal como algumas idas ao psiquiatra. Um dia cruza-se com o seu velho amigo dos tempos do liceu, Charlie Fineman, um homem que foi atingido substancialmente pelo trágico 11 de Setembro. Sem mulher e duas filhas, Charlie tenta recompor-se de um insustentável tormento. Allan irá ajudá-lo a recuperar-se para continuar a sua vida. Porque no fundo do nosso profundo ser, todos nós precisamos de um amigo, de alguém que nos ouça. Achei que a personagem de Charlie Finneman não ficou tão descabida do actor Adam Sandler como o previa, é o que faz anexar actores a géneros cinematográficos. 3 estrelas.

well baby, I don't care

Why still stuck and embarrassed with no reason to be except you have (or must) embody yourself ?

(what a dumb question -.-)