Don't hide the truth. Just filter it.

Jason Reitman somou pontos em 2005 quando “Thank You for Smoking” fora bem aceite pelo público. Teve 2 nomeações para os Golden Globes e ainda o Independent Spirit Award pela adaptação do livro de Christopher Buckley ao grande ecran - a qual fora da inteira responsabilidade de Reitman: o argumento e a realização deste filme.
Hoje em dia, representar a indústria do tabaco não é fácil, que o diga Nick Naylor, o relações públicas e vice-presidente da Academy of Tobacco Studies. Mas Nick não esta sozinho, o álcool e as armas de fogo também são os seus amigos – Polly Bailey e Bobby Bliss. A sua vida pessoal está reduzida ao divórcio, por isso esta é de toda a exclusividade do filho de 12 anos, Joey. Contudo, na sua rotina quase perfeita em que usa o seu poder argumentativo para defender o mercado da nicotina, irá dar uma reviravolta quando revela alguns segredos a uma jornalista com quem tem um caso.
Uma grande embrulhada com sátira, comédia e originalidade no seu conflito dramático. Com Maria Bello, J.K. Simmons, William H. Macy, Katie Holmes, Adam Brody, Rob Lowe e Aaron Eckhart. 4 estrelas.



School Can Be A Riot


Os comic books de Ronald Searle já não são novidade em Inglaterra. Os bonecos do famoso cartonista ficaram conhecidos em toda a Grã-Bretanha por descrever as maldades de um colégio para raparigas – St. Trinian's.
Em 1954 fora feito o 1º filme sobre tal fenómeno, recentemente, em 2007, Oliver Parker e Barnaby Thompson readaptaram o conceito, transformaram o colégio de St. Trinian's numa sociedade com carisma, garra, estilo e muita rebeldia. O resultado até foi bem conseguido mas a história do filme não agarra o espectador. Com Talulah Riley, Gemma Arterton, Colin Firth, Lena Headey e Rupert Everett. 1 estrela.

The Master of Suspense presents a 3000-mile chase across America!


Começando pelo princípio, atribuindo sempre uma métrica aos seus filmes, Hitchcock marcou o cinema e não só – criou uma nova visão.
Em “North by Northwest” já todos sabemos o carácter de Hitch cock nas suas imagens mas a jornada de Roger Thornhill (Cary Grant) está para lá da antevisão do espectador. Tudo começa numa situação já de si pouco coerente – um engano de identidades entre Mr. Thornhill e Mr. Kaplan. Ao tentar provar a sua inocência, a personagem principal descobre uma agência secreta que lhe impõe ameaças. Então Roger decide fugir constantemente dos capangas enquanto tenta descobrir alguma verdade neste mal entendido. No meio de tanta pressa, conhece Miss Eve Kendall (Eve Marie Saint) numa viagem de comboio.
A partir dê não escrevo mais nada, para quem viu este clássico sabe que seria desnecessário revelar mais detalhes do filme. Para quem gosta da 7ª Arte e de uma boa intriga. 5 estrelas.

Gomorra

Baseado no best-seller polémico de Roberto Saviano, o realizador Matteo Garlone adaptou cinco histórias que se tocam no mundo do tráfico de drogas e do armamento ilegal. Tóto, Don Ciro, Pasquale, Franco e a dupla Ciro e Marco, estão numa realidade cruel, num sistema incompreensível de guerra que irá mudar as suas vidas. Venceu o grande prémio no Festival de Cannes. 3 estrelas.

Their World Is Closer Than You Think

A família Grace mudou de casa, Jared, Simon e Mellory ficaram com a mãe após a separação dos pais. Longe de NY, nem todos acostumaram-se à nova casa, especialmente Jared. Este, aborrecido, começa a reparar alguns sons estranhos nas paredes da casa, apos ter descoberto uma passagem secreta, o segredo das crónicas de Spiderwick irão revelar um mundo de criaturas mágicas e segredos que à muito foram esquecidos. Do realizador de “Mean Girls”, Mark Waters, “The Spiderwick Cronicles” é um filme Nickelodeon para crianças mas já com algum suspanse. Destacando, claro, a evolução continua de Freddie Highmore como um dos melhores actores da nova geração, já dizia o provérbio popular - de pequenino é que se troce o pepino. 3 estrelas.


Shoot 'Em Up



Um mistério. Uma perseguição. Um filme de Michael David com um humor invulgar, tiros com muita pinta e um tipo de acção diferente (infelizmente não realista). Com Clive Owen, Paul Giamatti e Monica Bellucci. Recomendo. 3 estrelas.

Love and money... You have mixed them both

O sucesso inesperado de “Slumdog Millionaire” de Danny Boyle chegou aos Óscares e acabou por levar para casa 8 estatuetas douradas. A verdade é que esta produção da Fox Searchlight com a Warner Bros (e ainda com a Celador Films e a Film4) resultou de um “pequeno” filme que aos poucos foi espantando as audiências por tudo o mundo. As criticas ou eram más ou muito boas, acabei por ver o filme com uma ideia pouco nítida, e ainda bem. Ultrapassou as minhas expectativas.
Entre a infância atormentada de Jamal (Dev Patel), o desequilíbrio de sobreviver nos comboios com o irmão mais velho, Salim, tem uma explicação, aliás, todo o destino de Jamal está escrito. Em 2006, foi concorrente do programa de televisão “Quem Quer Ser Milionário?”. Para chegar à resposta certa, o jovem passa por uma roda-viva de emoções e memórias, factores e coincidências, momentos que nunca se esquecem. Até chegar a este momento, sempre teve um objectivo, encontrar a rapariga, Latika (Freida Pinto), o amor da sua vida. É uma questão arriscar ou deixar tudo a perder.
Sim, merece os 8 Óscares, incluindo o de Melhor Filme, claro. 5 estrelas.

conflito

insegurança. inquietação. suspiros carregados.

a resolução está a um passo de mudança.

One City. Three Stories Tall.

“Life Lessons”, “Life Without Zoe” e “Oedipus Wrecks” são 3 capítulos de “New York Stories”, um filme realizado por Martin Scorsese, Francis Ford Coppola e Woody Allen. Um pintor e a sua inspiração, uma criança rica e a maravilhosa historia dos seus pais e um homem com vergonha da sua mãe. Cada frase é o plot de cada história, tudo isto no mesmo palco – Nova Iorque. Cada segmento identifica-se na plenitude com o realizador (considerando a pequena excepção de Francis – o notável ambiente característico de Sofia Coppola, que também ajudou a escrever a história de Zoe). Pertenceu à selecção oficial de Cannes de 1989. 3 estrelas.