Milk


Grandes actores e um grande realizador colidiram grandiosa história de Harvey Milk. O marco histórico aconteceu entre 1970 e 1978, Harvey Milk trocou Nova Iorque por San Francisco. Com o namorado Scott, construiu uma nova vida num bairro em Castro. Intuitivamente começou a interessar-se pelos problemas da sociedade, como pôr em causa a rivalidade entre a autoridade e homosexuais, lutar pelos direitos da comunidade gay e principalmente garantir direitos de igualdade para todos os seres humanos discriminados pela sua raça, religião ou orientação sexual. Este foi um princípio de uma nova consciência.
Na luta contra a discriminação juntaram-se centenas de pessoas que aos poucos tornaram-se milhares, a sua campanha eleitoral era diferente, fazia manchete nas notícias, e incomodava não só a igreja católica como todas as pessoas que continham uma mente conservadora e racista. Na luta pelos direitos humanos, ganhou em 1977 as eleições de distrito, tinha criado um novo movimento que não tinha como objectivo ganhar as eleições mas sim dar esperança a todas vitimas de qualquer tipo de discriminação.
Esta voz de mudança fez-se ouvir nas palavras do discurso de Dustin Lance Black, o argumentista de “Milk” quando recebeu o Óscar.
Também contou com mais um prémio garantido, a escolha de Sean Penn como Melhor Actor Principal, tão merecido e glorificado por esta personagem forte e carismática. Gus Van Sant realizou uma óptima biografia que sem dúvida, não será esquecida. 5 estrelas.
Enviar um comentário