quando vi nem quis acreditar...

Starbucks abre em Lisboa em 2008 e já está a recrutar pessoal


A Starbucks, a maior cadeia norte-americana de cafés, vai abrir as primeiras lojas em Portugal já a partir do próximo ano. A cidade para testar o modelo de negócio foi, naturalmente, Lisboa. Em curso está já o processo de recrutamento de pessoal.

A empresa, que conta com mais de 15 mil lojas em todo o mundo, anunciou recentemente, na apresentação de resultados do exercício de 2006/2007, que prevê abrir 900 lojas fora dos Estados Unidos no próximo ano, incluindo as primeiras na Argentina e em Portugal. O DN tentou obter informações acrescidas sobre o plano de expansão para Portugal, mas não obteve resposta.

No exercício que terminou a 30 de Setembro, a Starbucks abriu 2571 lojas, a uma média de sete estabelecimentos por dia. Para a entrada no mercado argentino a Starbucks criou a Caffe Sirena SRL, uma joint venture em associação com os mexicanos da Alsea SA. A Starbucks, empresa com sede em Seattle, opera já no Brasil, Chile, Peru e Porto Rico e emitiu um comunicado dando conta que a primeira loja na Argentina deverá abrir em Buenos Aires no segundo semestre de 2008.

Presente em Espanha desde 2004, através do grupo Vips, com o qual tem uma parceria a 50%, a Starbucks tem também em vista a expansão do negócio nos próximos anos no país vizinho. De acordo com notícias recentes publicadas pelo El País, a cadeia pretende "abrir lojas em todas as cidades", alavancando assim o seu êxito em Madrid, Barcelona, Sevilha e Valência.

A garantia é dada por Álvaro Salafranca, administrador delegado da empresa em Espanha, que assegura que o conceito está a ser um sucesso no mercado. No total estão em funcionamento 67 lojas que empregam 800 pessoas. E em breve haverá Starbucks por todo o país. "Quando pudermos abriremos em novas cidades. Não será um crescimento precipitado porque precisamos de procurar as pessoas certas, prepará-las adequadamente e surpreender com um produto excelente", afirmou Salafranca.

A empresa recusou-se a divulgar valores da sua facturação em Espanha, com o administrador delegado a garantir apenas que a operação está a decorrer "muito bem". O objectivo da companhia é que o cliente, assim que conhecer a marca e se familiarize com ela, tenha sempre um Starbucks à mão. com Agências

ILÍDIA PINTO
DIREITOS RESERVADOS (imagem)

fonte - DN

Enviar um comentário