The Piano

Trata-se de um projecto acarinhado por Jane Campion, que neste caso, realizou e escreveu a história de Ada, uma mulher muda, que aceita viver com o marido nos confins de uma floresta levando a sua pequena filha, Flora. Todas as suas mobílias são transportadas para a nova casa, com excepção do seu piano. Mais tarde, Ada irá fazer um acordo com o vizinho analfabeto que lhe promete devolver o piano tecla a tecla, se esta concretizar as suas fantasias…
Por arrasto, a prestação de Holly Hunter com os seus gestos e as suas expressões faciais, valeram-lhe o Óscar de Melhor Actriz na cerimónia de 1994, Whoopi Goldenberg era a anfitriã dessa noite. Seguiu-se o Óscar de Melhor Actriz Secundária para a então jovem Anna Paquin, com 11 anos, agora com 26. Para completar, o ultimo Óscar atribuído a esta obra foi o de Melhor Argumento Original. É um drama majestoso o que se inventa ali, tão ou mais comovente como o som do piano (referência à banda sonora composta por Michael Nyman). O melhor: a dupla mãe e filha, e claro, as melodias de cada sequência. O pior: nada.
Enviar um comentário