Charlotte's Web, Hollywoodland, Rocky Balboa e The Lives of Others

O mais recente filme da Nickelodeon chama-se “Charlotte's Web” e estreia hoje em todo o país. Quando o porquinho Wilbur nasce apenas Fern (Dakota Fanning) nota que é um animal especial. O mais pequeno da ninhada, rapidamente se transforma num maravilhoso e radiante porco. Quando Wilbur é levado para um novo celeiro, inicia uma nova e profunda amizade com a mais improvável das criaturas – uma aranha chamada Charlotte – e o laço que o une inspira os animais em seu redor a unirem-se como uma família. No entanto, ao espalhar-se a notícia que Wilbur tem os dias contados, parece que apenas um milagre o pode salvar. Mas a determinada Charlotte – que vê milagres no dia-a-dia – tece palavras na sua teia num esforço de convencer o fazendeiro que Wilbur é um “porquinho incrível” que vale a pena salvar. Um remake com grandes vozes: Julia Roberts, Steve Buscemi, John Cleese, Oprah Winfrey, Cedric the Entertainer, André Benjamin, Thomas Haden Church, Robert Redford, Reba McEntire e Kathy Bates. Uma adaptação dos melhores contos mágicos infantis da nossa actualidade. Surpreenda-se.


16 de Junho de 1959. O glamour de Tinsletown desvanece-se quando o actor George Reeves, o herói Homem de Aço na série de televisão As Aventuras de Super-Homem, morre na sua casa em Hollywood Hills. Abatido por um só tiro, Reeves (Ben Affleck) deixa para trás a sua noiva – a estrela em ascensão Leonore Lemmon (Robin Tunney) – e milhões de fãs chocados pela sua morte. Mas é a sua mãe, Helen Bessolo (Lois Smith), desolada, que não deixa passar em vão as circunstâncias questionáveis em torno da morte do filho. Helen procura justiça, ou pelo menos respostas. A polícia de Los Angeles dá o caso como encerrado mas Helen contrata – a $50 por dia – o detective privado Louis Simo (Adrien Brody). Simo rapidamente desconfia que o tórrido romance que Reeves mantinha com Toni Mannix (Diane Lane), a mulher do executivo de estúdio da MGM, Eddie Mannix (Bob Hoskins), poderá ser a chave para a verdade. Mas a verdade e a justiça não são facilmente encontradas em Hollywood. Simo persegue perigosas e vagas pistas em todos os locais e ao tentar brincar com o fogo corre o risco de se queimar. Ao estudar mais sobre a vida do actor e à medida que o caso se torna mais pessoal, o detective também descobre ligações inesperadas da sua própria vida com a vida de Reeves. Por detrás do ícone estava um homem complexo que dedicou a sua vida a Hollywood. Baseado numa história verídica, “Hollywoodland” é uma única e envolvente exploração da fama e identidade inspirada num dos mais famosos mistérios não resolvidos de Hollywood. O filme marca a estreia de Allen Coulter (Nomeado para um Emmy e DGA pelo seu trabalho em Os Sopranos e Sexo e a Cidade) como realizador cinematográfico. Um grande crime, um grande filme.

A glória faz parte do passado para Rocky Balboa (Sylvester Stallone). Dono do restaurante Adrian's, baptizado em homenagem à sua falecida esposa, Rocky passa as noites contando aos clientes histórias de sua época de lutador. Rocky Jr. (Milo Ventimiglia), seu filho, não dá muita atenção ao pai, preferindo cuidar de sua própria vida. Mas a vida de Rocky muda após uma simulação de computador de colocar Mason Dixon (Antonio Tarver), o actual campeão mundial dos pesos pesados, enfrentando Rocky em seu auge. Dixon fez fama pela facilidade com a qual conseguiu o título, mas como nunca encarou um oponente que realmente o desafiasse e é considerado por muita gente como um lutador muito técnico, mas sem alma. A simulação faz com que o agente de Dixon resolva realizar a luta, oferecendo a Rocky uma nova chance de voltar aos ringues.


Ao mesmo tempo um thriller político e um drama humano, “The Lives of Others” começa na Alemanha de Leste, em 1984, cinco anos antes da Glasnost e da queda do Muro de Berlim e leva-nos até 1991, à que é hoje a Alemanha reunificada. “The Lives of Others”, acompanha a gradual desilusão do Capitão Gerd Wiesler, um oficial altamente credenciado da Stasi, a todo-poderosa polícia política do regime. A sua missão é espiar um celebrado escritor, George Dreyman, e a sua esposa, a actriz Christa-Maria Sieland. Antes da sua queda, o governo da antiga Alemanha de Leste, conhecida como Alemanha Democrática, assegura o poder através de um sistema impiedoso de controle e vigilância, através da Stasi, uma vasta cadeia de informadores, que chegaram a ser 200.000, numa população de 17 milhões. O seu objectivo era saber tudo sobre “As Vidas dos Outros”. Um filme escrito e realizado por Florian Henckel von Donnersmarck. Com Martina Gedek, Ulrich Muhe Sebastian Koch e Ulrich Tukur. Um clássico.
Enviar um comentário