The Wolf of Wall Street


Podem dizer o que quiserem mas verdade seja dita que Martin Scorsese consegue manter qualidade no seu trabalho e diversidade no material que decide adaptar para o grande ecran. Baseado em factos reais, o homem americano mais excêntrico de todos os tempos fora de facto, Jordan Belfort. Apesar do crime e da corrupção, Belfort sabe o que foi viver ao máximo, sem limites nem restrições. Nomeado para 5 Óscares da Academia e mais uma vez, uma fantástica, excelente interpretação de Leonardo DiCaprio. Este é um dos filmes do ano por excelência. No elenco também contamos com Jonah Hill, Margot Robbie, Matthew McConaughey, Kyle Chandler, Rob Reiner e Joanna Lumley. Vejam o que o dinheiro faz a um homem ambicioso por natureza.

Misery loves family.


Um drama familiar de qualidade. Este filme é realizado por John Wells, a peça de teatro e argumento é do mesmo autor: Tracy Letts. Uma família disfuncional com bagagem e segredos por contar é o mote e sinopse do enredo destas personagens. Este é um filme com grandes prestações de grandes actores: Meryl Streep, Julia Roberts, Chris Cooper, Ewan McGregor, Margo Martindale, Sam Shepard, Dermot Mulroney, Julianne Nicholson, Juliette Lewis, Abigail Breslin, Misty Upham e Benedict Cumberbatch. Destaca-se também banda sonora de Gustavo Santaolalla. Achei brilhante. Vejam.

The Grand Budapest Hotel

Um dos filmes que esperei com mais antecipação no início deste ano foi exactamente o novo projecto de Wes Anderson: "The Grand Budapest Hotel". Desde o poster ao elenco do filme, tudo parecia encantado no trailer, a longa-metragem ultrapassou a expectativa que tinha e mais uma vez, Anderson torna-se dos melhores contadores de histórias por imagens que alguma vez vi. Também com uma banda sonora maravilhosa de Alexandre Desplat. Muito bom e bem recomendado. Adoro e venero.


Breaking Bad

Nos nossos dias é raro encontrar séries de televisão que deixam um legado memorável. Criada por Vince Gilligan, "Breaking Bad" deixa saudades pela sua dramaturgia única, entretenimento próprio e o gosto por uma história bem contada. Com Bryan Cranston, Anna Gunn, Aaron Paul e todo um elenco de valor. Vencedor de dois globos de ouro. Não podia recomendar melhor.

About Time

Nem sei por onde começar... como já sabem (ou não), sou uma fã de Richard Curtis há já algum tempo. Depois de ter colaborado na escrita de "War Horse", Curtis dedicou-se mais uma vez à criação de uma comédia romântica. "About Time" foi realizado e escrito por Mr. Curtis e não podia estar melhor. Com Domhnall Gleeson, Rachel McAdams e Bill Nighy, todo o filme é uma ovação constante ao viver intensamente, ao apelo de viver cada dia de maneira diferente e não deixar que os acidentes interrompam o nosso percurso. Achei magnífico. Muito bom. Narrado pela personagem principal, Tim, este apresenta-nos toda a sua família e todos os seus costumes. Aos 21 anos este descobre que todos os homens da sua família podem viajar atrás no tempo e com esta descoberta, Tim toma a decisão de querer encontrar uma namorada. Após mudar-se para Londres começa uma corrida contra o tempo que mais cedo ou mais tarde terá de acabar. Richard Curtis mostra mais uma vez o poder do amor sem grandes clichés ou exageros. Uma ode à vida. Banda sonora de Nick Laird-Clowes. Love is actually all around.

The Hunger Games: Mockingjay - Part 1

Este penúltimo capítulo da saga deixa o espectador impaciente pelo próximo filme. Não esperem ver uma cena prolongada de acção ou uma grande batalha, este filme é o set-up do último capítulo (que irá estrear em Novembro de 2015?). Após Katniss ter sobrevivido os últimos jogos, decide tornar-se o novo símbolo da rebelião e dar a cara por uma revolução iminente. A expectativa é alta. Que venha o próximo.

35 rhums


Este filme de Claire Denis e Jean-Pol Fargeau conta a história de uma relação entre pai e filha e as complicações que surgem quando um novo homem aparece na vida de Joséphine. Para quem gosta de cinema francês ou da cinematografia de Claire Denis. No elenco: Alex Descas, Mati Diop, Nicole Dogué e Grégoire Colin.