Deadpool 2



Uma das sequelas mais esperadas do ano. Este segundo capítulo de Deadpool ultrapassou todas as expectativas. Adorei este segundo filme e espero que todo o franchising fique em boas mãos. Recomendo para os fãs e para quem gosta especialmente deste super-herói. Realizado por David Leitch com Ryan Reynolds, Josh Brolin, Morena Baccarin, Zazie Beetz, Karan Soni e Julian Dennison.

Now You See Me


Um filme de Louis Leterrier com Jesse Eisenberg, Mark Ruffalo, Woody Harrelson, Isla Fisher, Mélanie Laurent, Morgan Freeman e Michael Caine. Vários ilusionistas são contratados para roubar um banco, em palco. Após milhares de euros desaparecerem misteriosamwente, o F.B.I. irá investigar se os truques de magia são reais ou apenas uma ilusão óptica. Para quem gosta de blockbusters em geral. Gostei mais do trailer do que do filme em si.

Crouching Tiger, Hidden Dragon


Este é um dos filmes que destaca Ang Lee de muitos outros realizadores. Um dos mais extraordinários filmes de Kung-Fu do séc. XXI. Baseado na obra de Du Lu Wang. Recomendo. Mesmo. Também aviso que existe uma nova sequela no Netflix com o título: Crouching Tiger, Hidden Dragon: Sword of Destiny.

The Polka King




Baseado em factos verídicos. Um dos ícones americanos do género de música Polka envolveu-se num escândalo que abalou a comunidade de Pennsylvania. Uma lenda dos anos 90 com uma história para contar. A prestação de Jack Black está brilhante ao lado de Jenny Slate. Para quem gosta de filmes independentes e com uma estética da época.

Solo: A Star Wars Story



Finalmente um dos filmes mais esperados do ano. Pelo menos pelos fãs. Esta história do universo Star Wars mostra um jovem Han Solo e as suas desventuras antes de se cruzar com a Rebelião. Realizado por Ron Howard com Alden Ehrenreich, Donald Glover, Emilia Clarke, Woody Harrelson, Thandie Newton, Paul Bettany e Joonas Suotamo. Gostei.

L'ascension



Um dos filmes "feel good" do ano. Baseado em eventos reais, Samy Diakhaté promete ao amor da sua vida escalar o Monte Evereste. Baseado no livro de Nadir Dendoune. Um filme de Ludovic Bernard. Existem histórias, de facto, impressionantes. Disponível no Netflix.

La casa de papel




Criado por Álex Pina. Um assalto, um plano, um objectivo. Parece simples e perspicaz mas esta história tem muito para contar. Não sei como vos posso convencer a ver esta série. Recomendo pela escrita, realização, edição e direcção de actores. Fantástico. Disponível na Netflix.