Hysteria

Estamos em Londres no ano de 1880, um médico que acreditava na "nova" medicina da altura - Mortimer Granville - está no desemprego até que surge a oportunidade de ser assistente de um especialista em medicina feminina, mal este sabia que nos anos seguintes uma revolução/emancipação destas mulheres levaria a uma exploração constante do sintoma de histeria. Desta maneira foi descoberto o orgasmo e consequentemente inventado: o vibrador. Um filme de época baseado em acontecimentos reais. Com Hugh Dancy, Maggie Gyllenhaal, Jonathan Pryce e Felicity Jones. De Tanya Wexler com banda sonora de Gast Waltzing. Cómico.

We're the Millers


Existem várias desculpas para ver uma boa comédia actual ao bom estilo americano. Esta desculpa poderá incluir apenas a gula pelas típicas pipocas de cinema (o snack do costume). "We're the Millers" é uma comédia pop-corn blockbuster que inclui várias personagens numa situação inesperada. Um filme de Rawson Marshall Thurber com Jason Sudeikis, Jennifer Aniston, Emma Roberts, Will Poulter entre outras caras conhecidas no mundo do cinema de comédia americano. Para ver em familia (why not?).

À bout de souffle


Este filme mudou as regras do jogo. Não só a maneira de filmar como o olhar de um público jovem que saciava esta nova linguagem através das imagens e do som. Escrito por François Truffaut e realizado por Jean-Luc Godard, "À bout de souffle" conta uma simples história: um ladrão mata um polícia e tenta persuadir uma rapariga a fugir com ele para Itália. Este filme pôs na ribalta Jean-Paul Belmondo e Jean Seberg. Um dos meus filmes favoritos. Breathless.

He's Just Not That Into You


Uma comédia-romântica baseada no livro de Greg Behrendt e Liz Tuccillo. Este filme de Ken Kwapis conta com um elenco de estrelas: Ginnifer Goodwin, Scarlett Johansson, Jennifer Aniston, Bradley Cooper, Drew Barrymore entre outros. Num mundo onde aprendemos a decifrar mensagens escondidas em parábolas, metáforas e analogias, será que ainda existem estratégias nas relações do dia-a-dia?! 
Quando deixas as tuas amigas escolher o filme (numa sexta à noite) resulta nisto. 
Adoro os serões girly.

About a Boy


 Nick Hornby escreveu um livro maravilhoso e Chris Weitz, Paul Weitz realizaram este filme. "About a Boy" é uma história excecional onde um homem adulto e cínico aprende a ser uma nova pessoa graças a um rapaz de 12 anos. Com Hugh Grant, Nicholas Hoult, Toni Collette e Rachel Weisz. A banda sonora é de Damon Gough. Brilhante. Gostei e recomendo vivamente.

Kill Bill

O universo de Quentin Tarantino não me é estranho desde 2004. Após ter visto "Kill Bill: Vol. 1" fui directamente às salas de cinema ver a segunda parte da sequela - "Kill Bill: Vol. 2" - e este foi o ponto de partida na exploração dos filmes de Tarantino. Existem rumores de uma terceira parte (o que é algo que ainda não percebo...). Pessoalmente, o feito destes dois filmes deve-se a dois ingredientes brutais: o sexo feminino e vingança. Estes dois elementos combinam perfeitamente e resultam não só no grande ecran como nas páginas de um romance, o que faz com que a sequela "Kill Bill tenha o seu marco na história do cinema americano. Recomendo vivamente. No elenco temos Uma Thurman, Lucy Liu, David Carradine, Michael Madsen, Vivica A. Fox e Daryl Hannah. Sou fã.

A Streetcar Named Desire


1951, estes eram outros tempos do cinema americano. Elia Kazan realizou esta obra cinematográfica baseada na peça de teatro de Tennessee Williams e esta foi a primeira colaboração de dois gigantes. No elenco: Vivien Leigh, Kim Hunter, Marlon Brando e Karl Malden. Já tinha saudades de ver filmes a preto e branco e é sempre bom admirar os clássicos pela primeira vez especial neste género cinematográfico com mulheres traumatizadas e loucas, homens provocadores no verdadeiro sentido da palavra, relações frágeis entre os personagens, emoções complexas na sua sinceridade simples... 
Extraordinário.