War Horse

Steven Spielberg é conhecido (e reconhecido) por conseguir levar o género melodramático a um outro nível. "War Horse" foi escrito por Michael Morpurgo, mais tarde adaptado para o palco por Nick Stafford e por fim, adaptado para o grande ecran pela mão de Lee Hall e Richard Curtis. O resultado não poderia ser melhor: um drama sólido realizado ao estilo de Spielberg com um óptimo elenco e claro, banda sonora de John Williams. Não posso dizer que este seja um filme inesquecível, no entanto, Steven Spielberg continua a emocionar-nos. Com Jeremy Irvine, Peter Mullan, Emily Watson, David Thewlis, Benedict Cumberbatch e outras surpresas no elenco.

La vie d'Adèle


O título em inglês para este filme de Abdellatif Kechiche é "Blue Is the Warmest Color". Um dos filmes mais presentes na cerimónia de Cannes do ano passado foi a história da auto-descoberta de Adèle, uma rapariga que após conhecer Emma, muda a sua vida e começa assim a crescer. Com Léa Seydoux e Adèle Exarchopoulos no foco central dum filme que tornou icónico o cabelo azul e não é classificado com o estereótipo de filme gay a torto e a direito (digamos que já chegámos a um ponto de lidar com categorias cinematográficas numa perspectiva diferente e mais humana). Apesar de ser uma ficção adaptada de uma banda desenhada com o título "Le Bleu est une couleur chaude", este filme poderia ser por mil e uma razões a representação de acontecimentos reais. Se virem este filme não o vão esquecer.

Sophie Scholl - Die letzten Tage

Existiram vários heróis responsáveis pelo rumo da nossa história. Sophie Scholl pertencia ao movimento não-violento, anti-nazi da resistência alemã intitulado "Rosa Branca". Ainda hoje, Sophie e muitos outros são ícones estudantis por acreditar no povo alemão e num novo país livre do regime de Hitler, o nascimento de uma nova geração. Um filme histórico realizado por Marc Rothemund, escrito por Fred Breinersdorfer e protagonizado por Julia Jentsch. Nomeado para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro na cerimónia de 2005. Recomendo pelo carácter histórico e principalmente se visitaram os espaços onde o filme foi rodado. 


Saving Mr. Banks

As raízes do universo Disney estão nos clássicos e na magia dos vários contadores de histórias que trabalharam nos estúdios Walt Disney. Este é um filme para todos os interessados em saber o processo criativo de um filme à boa maneira antiga. A história da adaptação de "Mary Poppins" para o grande ecran tem muito que se lhe diga: acompanhando P.L. Travers e o próprio Walt Disney, este filme dá-nos a descobrir de onde vem a inspiração de uma história inesquecível e de um filme igualmente intemporal. Adorei pelo carácter histórico, por mostrar que quem conta histórias tem um passado e consequentemente uma fonte de inspiração. Sempre. Com Emma Thompson, Tom Hanks, Paul Giamatti, Colin Farrell e Jason Schwartzman. Realizado por John Lee Hancock. Banda sonora de Thomas Newman. Obrigado Disney. Obrigado Travers.

The Lego Movie

Um dos filmes que mais antecipei este ano foi "The Lego Movie". Porquê? Toda a minha infância fora rodeada de peças Lego por toda a parte, por isso achei natural ver o filme obrigatoriamente independente das circunstâncias. Confesso que a minha expectativa não era muito alta em relação ao filme. No entanto, devo admitir que Phil Lord e Christopher Miller fizeram um óptimo trabalho e toda a equipa levou o primeiro filme no grande ecran da Lego ser um sucesso. Foi tão bom que já se fala numa sequela para 2017. Isto é entretenimento para todas as idades.

The Wolf of Wall Street


Podem dizer o que quiserem mas verdade seja dita que Martin Scorsese consegue manter qualidade no seu trabalho e diversidade no material que decide adaptar para o grande ecran. Baseado em factos reais, o homem americano mais excêntrico de todos os tempos fora de facto, Jordan Belfort. Apesar do crime e da corrupção, Belfort sabe o que foi viver ao máximo, sem limites nem restrições. Nomeado para 5 Óscares da Academia e mais uma vez, uma fantástica, excelente interpretação de Leonardo DiCaprio. Este é um dos filmes do ano por excelência. No elenco também contamos com Jonah Hill, Margot Robbie, Matthew McConaughey, Kyle Chandler, Rob Reiner e Joanna Lumley. Vejam o que o dinheiro faz a um homem ambicioso por natureza.

Misery loves family.


Um drama familiar de qualidade. Este filme é realizado por John Wells, a peça de teatro e argumento é do mesmo autor: Tracy Letts. Uma família disfuncional com bagagem e segredos por contar é o mote e sinopse do enredo destas personagens. Este é um filme com grandes prestações de grandes actores: Meryl Streep, Julia Roberts, Chris Cooper, Ewan McGregor, Margo Martindale, Sam Shepard, Dermot Mulroney, Julianne Nicholson, Juliette Lewis, Abigail Breslin, Misty Upham e Benedict Cumberbatch. Destaca-se também banda sonora de Gustavo Santaolalla. Achei brilhante. Vejam.